TRADUÇÃO

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Do Coração

É indiscutível o quanto somos atraídos por aquilo que podemos ver, ainda mais se a imagem que o seu olhar alcançar, por mais que para muitos não pareça tão bela, " pois para a visão o que parece é". Mas não vim aqui para falar amor a primeira vista, se não estaria negando todo o resto, e dando cada vez mais força ao fato, de que crer e gostar são virtudes somente daquilo que que posso ver e tocar, é como se eu pudesse esquecer de TODO o resto, o jeitinho de você colocar o seu rosto no meu peito, o cheirinho sempre bom, por mais que algumas vezes fossem só do seu shampoo, do jeito como nossos lábios se somam, dos olhares que simplesmente podiam penetrar no mais profundo, e te fazer acreditar que podiamos ser capazes....... por mais que tais coisas não façam mais parte do presente atual,ou estamos nessa loucura e na fraqueza e de enganarmos a nós mesmos e aos nossos sentidos, tudo está se tornando memória, não quero dizer que fadadas a cair no buraco negro do esquecimento.....pois memórias assim se tornaram eternas, por mais que o sentido da visão não possa te ver, e te tocar, as memórias caem no vazio, da imensidão, navegando da dimensão do infinito rumo ao ........... se transformando talvez em amor, que fecunda a mente , e que me impulsa a escrever estas palavras............

B. D.

5 comentários:

  1. Um texto bem "coração", como o que já deu para conhecer de você. ^^
    Bem legal, Balta! =)

    ResponderExcluir
  2. eu gostei muito desse!!
    Demonstrou o teu lado sentimental!!
    Bem legal... =D

    ResponderExcluir